Seguindo firme

Como eu gostaria que vocês pudessem me ouvir agora, para que eu pudesse lhes dizer o quanto amo vocês e o quanto amo amar vocês. Gostaria que pudessem ver o quanto esse amor me impulsiona para frente e o quanto eu gostaria de poder fazer isso por vocês também. Queria que vocês pudessem sentir o quanto são especiais para mim e o quanto minha vida é tão mais incrível só por saber que vocês existem.

Eu queria, queria muito ouvir seus pensamentos agora, sentir o que vocês estão sentindo, estou com uma necessidade gigantesca de ajudar, mas não sei como, afinal não entendo nada de basquete, nem jogar eu sei, mal conheço as regras, eu só conheço de gente e vocês são meus garotos amados, meus super heróis sem super poderes, porque são capazes de coisas sensacionais, quando acreditam na força do conjunto e na chama que queima dentro de cada um.

Eu estou angustiada, porque sei que vocês estão longe e permanecerão assim por algum tempo e eu simplesmente não posso estar com vocês. Existem aqueles momentos que apenas meu pensamento e meu coração seguirem viagem com vocês não é suficiente. Sei disso, porque agora a pouco, após voltar de uma entrega passei no Centreventos e o coração ficou pertadinho: saudade, vontade de estar junto, de abraçar cada um de vocês e dizer que tudo vai ficar bem. Eu acredito nisso e preciso que vocês também acreditem.

Sei que não dá para ser fantástico sempre, sei que existem limitações, principalmente físicas, mas sei também que o que não falta é vontade e persistência. Eu olho para vocês e vejo tantas possibilidades, tantas coisas lindas e objetivos sendo concretizados. Será que vocês também conseguem enxergar? A chama que queima em meu peito, também queima dentro de vocês, a chama da esperança, da fé, da perseverança e do amor por esse esporte que para vocês é paixão, é trabalho e para mim é meu mundo, meu tudo.

Eu não acreditava mais que pudesse sentir isso com tanta intensidade, mas agora o sentimento está aqui e a única forma que vejo de me sentir menos preocupada e nervosa, é compartilhando o que estou sentindo e por mais ridículo que isso possa soar e por mais que isso não vá fazer a menor diferença, eu preciso acreditar que de alguma forma estou com vocês, então, se não for pedir demais, nesses jogos que teremos fora de casa, quando tudo ficar tenso, complicado e fora do controle (lógico prefiro que esses momentos não existam, mas é sempre bom contar com eles para se preparar), olhem para a lateral da quadra, bem ali aonde a linha corta a quadra de ataque e de defesa, ali aonde é meu lugar predileto e façam de conta que estou ali, torcendo e aplaudindo-os, me enxerguem ali dizendo para confiarem, para se unirem, para acreditarem em vocês e uns nos outros. Enxerguem-me ali, olhando-os cheia de admiração, orgulho e alegria, porque assim você saberão que estou com vocês, a todo momento, desejando-lhes o bem e pedindo a Deus que lhes proteja.

As batalhas que estão por vir são duras e longas. Em cada uma, uma história a ser escrita e não existe nenhuma que seja mais importante que a outra, porque nesse momento todas são igualmente necessárias e importantes. Já vivemos cada uma delas, em território próprio, é verdade, e ainda assim, há sempre algo a ser aprimorado. Já temos uma modesta coleção de jogos pelos NBB, o suficiente para entre erros e acertos encontrar nosso melhor. Sendo assim, é disso que desejo que lembrem nesse momento. Como bem já disse quem sou eu para lhes ensinar sobre basquete, só entendo de gente e entendo que não lhes falta nada que seja essencial a cada um desses momentos a serem vividos.

Deixo aqui, meu desejo de que em todos os momentos cruciais vocês tenham sabedoria e serenidade para tomar as melhores decisões, mas isso sem esquecer de quem está ao seu lado, porque basquete é conjunto, é equipe e mais do que nunca essa deve ser nossa principal arma, aquela que nos dará força para lutar e superar as adversidades. Eu ainda enxergo o brilho no olhar de cada um quando entram em quadra, então reconheçam esse brilho uns nos outros, ele precisa estar presente para que a chama acenda e os impulsione a fazer as coisas fantásticas da qual vocês são capazes.

Já lhes disse, não falta talento, força, capacidade para alcançar um bom desempenho nas partidas, falta serenidade, tranquilidade e às vezes parar um pouco, respirar, olhar para os lados e ver que vocês não estão sozinhos. Entrem unidos e permaneçam assim, porque dessa forma vocês são invencíveis.

Desejo que a viagem tenha sido tranquila, que vocês estejam bem. Que de alguma forma eu possa trazer um pouco de calma para esses corações, na esperança de que de certa maneira estou ajudando, acreditem, eu preciso acreditar nisso, mas a resposta são vocês. Fiquem firmes, não desanimem. E lembrem-se, além de suas famílias e de todos aqueles para quem você são importantes, tem eu: essa pessoinha diferente, esquisita, mas que ama vocês, de verdade e que não vai poupar esforços para defendê-los, porque não me importo com o que os outros pensam de mim, me importo que vocês estejam bem. Essa é minha missão! Então bora lá fazer o que vocês sabem fazer de melhor! Estamos na torcida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *