VOLTAMOS!!

Quem me conhece sabe que seria impossível não falar do dia de hoje e sobre tudo que ele representa.

Não lembro exatamente a data, mas me lembro da sensação de pesar e tristeza que tomou conta de mim no dia em que nosso basquete perdeu a vaga no NBB, nós uma equipe que havia participado das 5 primeiras edições, fora uma das fundadoras, ficou em 4º lugar na primeira edição e em 2012 fizera sua melhor campanha e ainda assim ali foi o início da despedida.

Primeiro os patrocinadores foram embora, depois vários e importantes atletas. Montamos uma equipe mais modesta que lutou muito, mas não conseguiu evitar um fim anunciado. Então nos licenciamos no NBB6 e ao não participar do NBB 7 fomos, conforme o regulamento, excluídos da competição. Era início de uma longa e dolorosa ausência.

Ao todo foram 4 temporadas fora do NBB. E foi difícil voltar a curtir o esporte depois disso, porque doía, eram muitas lembranças aflorando toda vez que via um ginásio, um ex-atleta da equipe, não estava preparada para enfrentar o fato de que isso não fazia mais parte da minha vida.

Então chegou 2017 e com ele a esperança, esperança de recomeçar, esperança de voltar a elite, esperança de ter de volta um lugar que por direito era nosso, mas principalmente esperança de ter de volta a taquicardia, o arrepio, o sorriso, a emoção, ou seja, nosso basquete.

Foram meses que nos lembraram o quanto esse esporte é incrível e maravilhoso, o quanto enche nossos corações de alegria, o quanto une as pessoas. A cada partida nossa cidade mostrou o quanto sentia falta desse esporte e que sim, aqui também é cidade do basquete, tem espaço para todo mundo.

Em quadra essa garotada maravilhosa superou tudo, enfrentou as adversidades de cabeça erguida, unida e com bravura e sim, saiu vitoriosa, porque mostrou para todo mundo que basquete aqui é coisa séria e naquele momento eu redescobri o amor pelo basquete que sempre esteve dentro do meu peito.

Em minha casa o acervo voltou a ser alimentado, alguns textos foram publicados, outros viraram eternos rascunhos, mas na mente ficava a certeza que caberia a mim registrar essa história, porque ela merecia ser contada. Hoje, esse pensamento se confirmou, pois a história a ser contada é de um grupo de garotos que desacreditados por muitos decidiu que faria valer a pena, nos dando a oportunidade de gritar a plenos pulmões: Voltamos! NBB10 nos aguarde!

Ainda estou em êxtase. Chorei, sorri, coloquei o som do carro em alto volume, porque não há palavras que possam descrever como esta meu coração e minha mente. Hoje com certeza é um daqueles dias que vai para lista de melhores dias da minha vida, mais um dos vários que o basquete me deu.

Eu sei, a verdade é que a felicidade está se consolidando, pois somada a vaga temos a confirmação da manutenção da nossa base com as renovações de Lucas, Felipe, Jerônimo, André Bambu, Jefferson, Max, Jordan, além da contratação de Deonta Stocks, o americano que jogou por Blumenau e me tirou do sério. Bom, vou ter que superar a minha vontade de dar uns bons tapas nele, afinal devo reconhecer que o cara joga muito e agora vai jogar a nosso favor.

Olhando para trás e analisando como chegamos a esse momento, não há como não se emocionar, foram sacrifícios, descrédito, cansaço, superação, mas no final conseguimos e eu sei que não vamos continuar da onde paramos, mas sim, vamos escrever uma nova história e que, se Deus quiser, vai ter muitos e muitos capítulos.

Além da felicidade, talvez o sentimento que mais me ocorre agora é gratidão, gratidão por todos que acreditaram, apoiaram e se fizeram presentes para que essa conquista pudesse existir. Agradeço as empresas que apoiaram, agradeço o prof. George Salles, ao Galvani e ao Olívia por fazerem um belo trabalho com os garotos, agradeço a torcida que compareceu e deu show, principalmente nos jogos das finais, mas agradeço principalmente a vocês jovens e fantásticos guerreiros, que brilharam e encantaram, obrigada por terem acreditado e lutado até o fim, sem a dedicação de cada um de vocês não teríamos conseguido. Vocês, dão sentido a esse momento chamado: Realização. Vocês, hoje, personificam o meu sinônimo de felicidade: o basquete!

Agora, vamos gritar bem alto para todo mundo ouvir: NBB, VOLTAMOS!!

ps.: como é bom dizer isso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *